testo 312-4 - Instrumento de medição de pressão diferencial até 200 hPa

Ordem nº  0632 0327

  • Teste de aperto e teste de carga em tubos de gás

  • Testes de manutenção com ar por queda de pressão em tubos de gás

  • Testes de pressão na água potável e tubos de águas residuais usando ar

  • Gravação automática de valores de medição durante várias horas

testo 312-4 medidor de pressão diferencial, incl. pilha e protocolo de calibração

R$ 2.511,65
incl. impostos

Descrição

Um instrumento de medição para todos os testes em aquecimentos de gás e condutas, assim como, condutas de água. Seguro graças à utilização de mangueiras C-Flex com elevada impermeabilidade. Procedimento da medição segundo leis vigentes para os testes preliminares, principais e caudal de fuga em condutas de gás. A gravação de valores de medição durante um período definido (por exemplo, 24 h) e a transferência e análise de dados no software do PC incluindo apresentação gráfica.

 

Escopo da entrega

Instrumento de medição de pressão diferencial testo 312-4, incluindo bateria e protocolo de calibração.
Tipo K (NiCr-Ni)

Faixa de medição

dependent on probe type used

Exatidão

±0,4 °C (-100 a +200 °C)*

±1 °C (Faixa remanescente)*

Resolução

0,01 °C

*Accuracy information applies only to instrument without probes connected

Sonda de pressão via interna

Taxa de medição 1

0 a 200 hPa

Exatidão

±0,03 hPa (0 a +3 hPa)

±1,5 % do vm (+3,1 a +40 hPa)

±2 hPa ou ±1 % valor de escala cheia (41 a +200 hPa)

Resolução

0,01 hPa

Sonda de pressão via externa

Faixa de medição

0 a 25 bar

Exatidão

±0,6 % valor de escala cheia (0 a 10 bar)

±0,6 % valor de escala cheia (>10 a 25 bar)

Resolução

10 hPa

Dados técnicos gerais

Dimensões

219 x 68 x 50 mm

Interface de impressora

interface infravermelho

Transferência de dados

RS 232

PC software

Easyheat

Memória

25.000 valores medidos

Peso

600 g

Acessórios

Cabo RS232

Ordem nº: 0409 0178

R$ 459,00
incl. impostos
Cabo de conexão

Ordem nº: 0430 0143

R$ 339,00
incl. impostos
R$ 109,00
incl. impostos
TopSafe (estojo de proteção)

Ordem nº: 0516 0446

R$ 509,00
incl. impostos
R$ 119,00
incl. impostos
R$ 839,00
incl. impostos
R$ 529,00
incl. impostos
Kit de mangueiras para testo 312-4

Ordem nº: 0554 3172

R$ 859,00
incl. impostos
R$ 539,00
incl. impostos

Medição de pressão nos queimadores

Verificar a pressão do gás nos queimadores é uma das medições padrão durante os serviços dos sistemas de aquecimento doméstico. Isso envolve a medição da pressão do fluxo e da pressão de em repouso do gás do sistema. A pressão do fluxo, também denominada pressão fornecida, se refere à pressão de gás do fluxo de gás e a pressão de repouso do gás estático. Se a pressão do fluxo para as caldeiras a gás estiver ligeiramente fora da variação de 18 a 25 mbar, não devem ser feitos ajustes e o queimador não deverá operar. Se o queimador operar mesmo assim, ele não funcionará de forma apropriada e, quando a chama for acesa, ocorrerão pequenas explosões e, por fim, não funcionará; portanto, o queimador irá desligar e o sistema de aquecimento falhará.

Testes de pressão em tubos de gás (teste de vazamento com sonda de pressão externa e teste de carga)

O regulamento técnico para as instalações de gás (resumidamente: TRGI) é obrigatório e, ao mesmo tempo, um regulamento importante para os trabalhadores especialistas. A TRGI controla a maneira que as instalações de gás devem ser planejadas, projetadas, servidas e mantidas. Isso se aplica a todas as instalações de gás. A Associação Alemã de Gás e Água (DVGV) cuida desse regulamento. O TRGI 2008 é a versão atual. Entre outras coisas, é declarado que os tubos de gás devem ser testados de acordo com a fase de construção (estrutura básica, conclusão e reparos). As verificações a seguir desempenham, especialmente, um papel na aplicação mencionada aqui:

Teste de carga

Durante o teste, o material é testado por estabilidade e as conexões para vida útil de serviço; isso acontece antes do rebocamento ou encobrimento dos tubos de gás. Durante o teste de carga, o tubo instalado recentemente, sem encaixes ou equipamentos de gás, é colocado sob a pressão de 1 bar. O ar ou o gás inerte são usados para fazer os testes. Não deve haver queda de pressão durante o teste, que dura pelo menos 10 minutos.

Teste de vazamento

Esse teste é para verificar se há vazamentos no tubo, com encaixes e sem equipamentos de gás. O instrumento de medição não deve registrar quedas de pressão durante o período de teste, de no mínimo 10 minutos (dependendo do volume do sistema); a pressão do teste é 150 mbar (anteriormente 110 mbar).

Testes de pressão em tubos de água

De acordo com as normas legais DIN EN 806-4, DIN 1988-7 e DIN 1610, os tubos de água potável e não potável devem ser testados contra vazamentos antes de serem colocados em funcionamento por meio de um teste de pressão com o ar, gás inerte ou água; eles também passarão por um teste de carga com o ar ou o gás inerte. Entretanto, por motivos de higiene, é melhor que os tubos continuem secos até momentos antes do comissionamento para não se submeterem a um teste de vazamento usando água. Um teste de pressão com ar também é recomendado para prevenir que os materiais metálicos sejam corroídos. O teste de pressão é dividido em duas partes relacionadas à pressão, em que a pressão e o tempo dependem do objetivo (carga ou vazamento). Normalmente, os vazamentos podem ser rapidamente ouvidos. É dificil localizar os vazamentos, as ferramentas auxiliares normais e os materiais para tubos de gás são usados (spray ou pintura em soluções de espuma).

Testes de pressão em tubos de gás (teste de vazamento com sonda de pressão externa e teste de carga)

O regulamento técnico para as instalações de gás (resumidamente: TRGI) é obrigatório e, ao mesmo tempo, um regulamento importante para os trabalhadores especialistas. A TRGI controla a maneira que as instalações de gás devem ser planejadas, projetadas, servidas e mantidas. Isso se aplica a todas as instalações de gás. A Associação Alemã de Gás e Água (DVGV) cuida desse regulamento. O TRGI 2008 é a versão atual. Entre outras coisas, é declarado que os tubos de gás devem ser testados de acordo com a fase de construção (estrutura básica, conclusão e reparos). As verificações a seguir desempenham, especialmente, um papel na aplicação mencionada aqui:

Teste de carga

Durante o teste, o material é testado por estabilidade e as conexões para vida útil de serviço; isso acontece antes do rebocamento ou encobrimento dos tubos de gás. Durante o teste de carga, o tubo instalado recentemente, sem encaixes ou equipamentos de gás, é colocado sob a pressão de 1 bar. O ar ou o gás inerte são usados para fazer os testes. Não deve haver queda de pressão durante o teste, que dura pelo menos 10 minutos.

Teste de vazamento

Esse teste é para verificar se há vazamentos no tubo, com encaixes e sem equipamentos de gás. O instrumento de medição não deve registrar quedas de pressão durante o período de teste, de no mínimo 10 minutos (dependendo do volume do sistema); a pressão do teste é 150 mbar (anteriormente 110 mbar).

Medições de temperatura em radiadores

Ao medir a temperatura em radiadores, as temperaturas de fluxo e de retorno são registradas e avaliadas pelos trabalhadores especialistas. A temperatura de fluxo é definida como a temperatura de um meio térmico de transferência (exemplo: água) que é fornecido para o sistema. A temperatura do fluido que sai do sistema é, portanto, chamada de temperatura de retorno. Para evitar perdas no sistema de distribuição de aquecimento e alcançar um nível mais alto de eficiência, é necessária uma gravação local das temperaturas de fluxo e de retorno. A implementação de medidas relevantes, por fim, leva ao ajuste hidráulico na base do conhecimento sobre as temperaturas de fluxo e de retorno. Isso define um procedimento com o qual todo radiador ou circuito de um radiador liso em um sistema de aquecimento é fornecido, em uma temperatura de fluxo estabelecida, com a quantidade precisa de calor necessário para alcançar a temperatura ambiente requerida para os quartos individuais. Condições de operação defeituosas irão resultar em um consumo consideravelmente excessivo de eletricidade e energia de calor.

Portanto, o Regulamento Alemão de Economia de Energia (EnEV) requer ajuste hidráulico para sistemas que estão sendo instalados ou revisados justamente por causa desse motivo.

Testes de pressão em tubos de gás (teste de vazamento com sonda de pressão externa e teste de carga)

O regulamento técnico para as instalações de gás (resumidamente: TRGI) é obrigatório e, ao mesmo tempo, um regulamento importante para os trabalhadores especialistas. A TRGI controla a maneira que as instalações de gás devem ser planejadas, projetadas, servidas e mantidas. Isso se aplica a todas as instalações de gás. A Associação Alemã de Gás e Água (DVGV) cuida desse regulamento. O TRGI 2008 é a versão atual. Entre outras coisas, é declarado que os tubos de gás devem ser testados de acordo com a fase de construção (estrutura básica, conclusão e reparos). As verificações a seguir desempenham, especialmente, um papel na aplicação mencionada aqui:

Teste de carga

Durante o teste, o material é testado por estabilidade e as conexões para vida útil de serviço; isso acontece antes do rebocamento ou encobrimento dos tubos de gás. Durante o teste de carga, o tubo instalado recentemente, sem encaixes ou equipamentos de gás, é colocado sob a pressão de 1 bar. O ar ou o gás inerte são usados para fazer os testes. Não deve haver queda de pressão durante o teste, que dura pelo menos 10 minutos.

Teste de vazamento

Esse teste é para verificar se há vazamentos no tubo, com encaixes e sem equipamentos de gás. O instrumento de medição não deve registrar quedas de pressão durante o período de teste, de no mínimo 10 minutos (dependendo do volume do sistema); a pressão do teste é 150 mbar (anteriormente 110 mbar).

Catálogos de produto

Manual de Instruções

Software

  • Software EasyHeat for testo 300, 312-4, 320, 324, 330, 380  (v2.12, EXE, 101.938 KB) Se você já tem o software testo easyheat instalado, sua versão será atualizado para. A atualização é possível com cada versão do easyheat testo. Esta versão também pode ser usado como uma versão de demonstração para clientes que não tenham instalado o software testo easyheat no momento. Vai anular depois de 30 dias, mas pode ser ativado com um código de série em todos os tempos.