Análise de emissões em unidades de cogeração

Nunca antes as condições para operar um sistema de cogeração tinham sido tão rentáveis. Por um lado, vale a pena o investimento pelas ajudas públicas e o baixo preço do petróleo e do gás. Por outro lado, são cobertas as necessidades energéticas de uma economia global que não deixa de crescer.

Para que uma unidade de cogeração possa operar de forma rentável, devem ser garantidos certos padrões básicos utilizando tecnologia de medição apropriada:

  • Monitoração dos valores-limite de emissão
  • Controlo da eficiência da instalação
  • Revisão dos sistemas de tratamento posterior de gases de combustão

O desafio

The emission analyzer testo 350 at 2G Energy

Os sistemas de cogeração aspiram gases combustíveis que são misturados com o ar, comprimem-se e inflamam. Para maximizar a eficiência deste processo e para reduzir a saída de emissões, o sistema tem de ser ajustado perfeitamente.

Se o ajuste for feito com um instrumento de medição pouco preciso, pode ocorrer o seguinte:

  • Falha da ignição
  • Batida mecânica
  • Aumento da temperatura nos componentes de motor e nos materiais de consumo
  • Grande desgaste
  • Maiores custos de manutenção e reparação

 


Whitepaper

Preview whitepaper

Você sabia que os sensores eletroquímicos em instrumentos de medição de gases de escape portáteis são alternativas de baixo custo para a tecnologia de medição estacionária? Descubra tudo o que você precisa saber sobre o uso desses sensores em nosso novo white paper.

  • Princípio funcional dos sensores eletroquímicos de gás
  • Soluções especiais adaptadas para aplicações especiais

Esquema de aplicação

The emission analyzer testo 350 in application

Baixe agora as informações mais importantes para a aplicação da cogeração:

  • Desenvolvimento de emissões (lambda)
  • Pontos de medição e valores
  • Ajuste óptimo do motor

O analisador pro testo 350

The emission analyzer testo 350

Suas vantagens

O analisador de combustão testo 350 dispõe de muitos menus de configuração específicos que se adaptam às distintas aplicações (p,exemplos, motores  λ ≤ 1 ou λ > 1) e orienta o utilizador através de diversas operações. Em combinação com a preparação de gás Peltier, o testo 350 é capaz de emitir em pouco tempo medições extremamente precisas.

  • O consumo de combustível da unidade pode ser reduzida até 10%
  • Aumento da vida útil do motor
  • Menores custos de manutenção graças à supervisão do desgaste mecânico
  • Qualidade demonstrável das intervenções do serviço através de leituras documentadas
  • Medição para CO, NO, NO2, SO2, H2S, CxHy ou CO2
  • Possibilidade de ligar 6 sensores de gás
  • Função de diagnóstico integrada e inteligente
  • Ecrã gráfico a cores

 

Acondicionadora de gases

Imag-ES-testo-acondicionadora-gases-para-t350.png

O acessório ideal

Graças ao condicionamento de gás, os analisadores testo 350 e testo 340 podem ser usados em mais aplicações. O condicionador de gás pode ser conectado a todas as sondas de combustão industrial testo com um conector tipo baioneta.

  • Feito de materiais resistentes a ácidos
  • Reduza a umidade dos gases de combustão para obter medições muito mais precisas
  • Design compacto e peso leve
  • Refrigerador Peltier de alta potência que deixa o condicionador pronto para funcionar em 3 minutos
  • Operação autônoma graças ao alimentador independente
  • LED indicador de operação

A alternativa

The emission analyzer testo 340

O analisador de combustão testo 340

O design compacto em combinação com a avançada tecnologia fazem do testo 340 o instrumento ideal para arranques de sistemas, trabalhos de manutenção e reparações, bem como tarefas de monitorização. Com o sensor de O2 de série e outros três configuráveis entre:

  • CO, CObajo, NO, NObaixo, NO2 o SO2
  • Duas ampliações da gama de medição diferentes, para medir apesar de elevadas concentrações de CO
    - Padrão: diluição únia na ranhura 2 (CO, NO2, SO2) com fator 5
    - Opção: diluição para todos os sensores de fator 2