Kit testo 510 - Para medição de pressão diferencial em sistemas de aquecimento

Encomenda nº  0563 0510

  • É possível a visualização em Pascal na totalidade da gama de medição

  • Exatidão: ±0.03 hPa (0 … 0.30 hPa) / ±0.05 hPa (0.31 … 1.00 hPa)

  • Compensação de temperatura

  • Unidades selecionáveis: hPa, mbar, Pa mmH2O, mmHg, inH2O, inHg, psi, m/s, fpm

Medição da pressão diferencial em caldeiras de gás ou filtros de sistemas de ar condicionado, bem como medição de fluxo no canal de ventilação por meio de um tubo Pitot: o compacto testo 510 manômetro diferencial inclui um tubo de silicone e outros acessórios de excelente utilidade para manutenção e instalação dos sistemas no setor de aquecimento e ar condicionado.

Descrição do produto

O testo 510 mede pressão diferencial na gama de 0 a 100 hPa. A medição de pressão diferencial é compensada pela temperatura para obter valores de medição precisão. Os valores de medição podem ser vistos em Pascal em toda a gama de medição. O íman no verso permite um trabalho sem mãos. O visor retro-iluminado permite que os valores de medição sejam facilmente lidos, mesmo em condições com iluminação desfavorável. O testo 510, em combinação com o tubo de Pitot, mede velocidade do fluxo de ar. Para valores de medição precisos, a densidade do ar pode ser compensada. O testo 510 é muito portátil, pequeno e fácil de funcionar.

 

O pedido inclui

  • Manómetro testo 510
  • Mangueira de ligação de silicone
  • Adaptador
  • Tampa de proteção
  • Estojo de transporte
  • 2 pilhas AAA
  • Protocolo de calibração
  • Manuais de instruções
Pressão diferencial

Faixa de medição

0 a 100 hPa

Exatidão

±0,03 hPa (0 a 0,30 hPa)

±0,05 hPa (0,31 a 1,00 hPa)

±(0,1 hPa + 1,5 % do vm) (1,01 a 100 hPa)

Resolução

0,01 hPa

Dados técnicos gerais

Dimensões

119 x 46 x 25 mm

Temperatura de operação

0 a +50 °C

Classe de proteção

IP40

Unidades selecionáveis

hPa, mbar, Pa, mmH2O, inH2O, inHg, mmHg, psi, m/s, fpm

Pressão estática máxima

500 mbar

Taxa de medição

0,5 s

Tipo de bateria

2 AAA micro baterias

Durabilidade

50 h (típico sem iluminação do visor)

Temperatura de armazenagem

-40 a +70 °C

Peso

90 g (incluindo pilhas e tampa de proteção)

Medição de pressão diferencial nos filtros

Os sistemas de ar condicionado são equipados com filtros que previnem a sujeira do ar externo de penetrar no ar interno. Esses filtros precisam ser inspecionados regularmente para garantir que ainda estão funcionando completamente. Para fazer isso, a pressão é medida na frente e atrás do filtro. O resultado é a pressão diferencial. Se for alta demais, o filtro está contaminado e precisa ser trocado.

O testo 510 mede as pressões diferenciais em uma variação de 0 - 100 hPa. A medição da pressão diferencial é compensada em temperatura para leituras exatas. As leituras podem ser exibidas em pascal durante toda a variação de medição. Ímãs na traseira do instrumento possibilitam trabalho de mãos-livres.

Medição nos ductos de ventilação

A observância dos fluxos de ar no ducto de ventilação é de extrema importância para o funcionamento do sistema de ventilação e ar condicionado. Se os fluxos de ar forem menores do que o pretendido, a remoção das cargas da sala (aquecimento, refrigeração e cargas de substância) pode não ser garantida em certas circunstâncias.

Portanto, é particularmente importante que o registro dos fluxos de ar seja o mais preciso possível.

Juntamente com o tubo de Pitot, o testo 510 mede a velocidade do ar em uma variação de 10 a 100 m/s. Ímãs na traseira do instrumento possibilitam trabalho de mãos-livres.